terça-feira, 4 de setembro de 2012

Falando diretamente dos problemas com pilotos/segurança/detalhes fundamentais/observação meteorológica/aerológica/etc... vemos que ainda apesar de muito comentar, falar, explicar, alguns chegam na rampa, preparam seu equipos e simplesmente decolam.. depois de estarem no ar, vão se dando conta que... talvez o vento esteja um pouco forte, que a deriva me leva aos venturis ou me afasta do pouso, que a hora da decolagem, as termais estão muito ativas, que por mais que tente ir para o pouso, subo e subo mais e mais, que ao aproximar para o pouso, fiz uma curva derivando em excesso e a força do vento não vai me deixar chegar no meu objetivo, que não é o MEU equipamento que não subiu como os outros e EU queria subir, mas uma série de fatores pessoais e locais que faz com que isso aconteça, e aí se vai o "boi com a corda" como a expressão do gaúcho que sentiu que fez  tudo errado e vai ter que arcar com os desfechos. Pois então...no domingo houveram uma série de vôos um tanto nestes sentidos, onde, apesar de dicas pelo rádio, pilotos voaram em locais, rotorizados, turbulentos e tanto é verdade que alguns conseguiram atingir seu objetivo, mas nem todos. O problema mais sério, foi do piloto que esqueceu de fechar as pernas e só o pior não aconteceu, porque sua selete tinha o bendito fecho de segurança, pois no momento da decolagem, a vela foi arrancada do solo e em poucos segundos, já tinha atingido uma altura que seria fatal com certeza. Pessoal, o voo livre é muito legal, mas nós temos que tomar consciência que precisamos fazer tudo com coerência e conhecimento. Para encerarmos este comentário, vamos fazer uma coisa bem fácil de se fazer... vamos deixar os pilotos mais experientes decolarem primeiro e OBSERVAR as reações dos mesmos durante seu vôo...vejo muito poucos se preocuparem com uma coisa tão importante... bons vôos e ótimos pousos...Lupa/Serli.

Um comentário:

  1. Grandes palavras.
    Temos dois olhos, dois ouvidos e uma unica boca. PORQUE?
    Para OBSERVAR MAIS e FALAR MENOS....
    Isso vale ainda mais para os pilotos mais novos em idade e em tempo de vôo.
    Só há duas maneiras de aprender: errando ou observando os erros alheios.
    Fui....

    ResponderExcluir