terça-feira, 29 de março de 2011

Voar de Parapente...

Sabe pessoal, muitos me questionam sobre a segurança do Vôo Livre, e a minha resposta é sempre a mesma: Você pratica que tipo de esporte? Futebol? Surf? Ciclismo? Kart? Moto? etc...? Bem, qualquer esporte que o exponha a contatos, velocidade, água, ar, tem sim seu grau de risco inerente ao esporte, e no vôo livre, como esporte aviatório, além de ter uma boa base de instrução, temos que obrigatoriamente conhecer o que nos cerca: o céu e suas nuances. Isto já nos leva a minimizar em muito os riscos, pois jamais poderemos ser superiores a natureza. O piloto que possui conhecimento básico em meteorologia, sabe se aquele dia, naquele momento sua decolagem será boa e seu vôo seguro e prazeroso. Temos que ter em mente uma coisa: decolar é opcional, mas pousar e pousar bem é obrigatório e isso nos leva a ter que, no mínimo, saber avaliar as condições de tempo naquele momento. Sabemos também, que o nosso equipamento é feito de nylon e linhas. Quando inflado, se transforma em uma asa e esta asa quando sofre efeitos turbulentos do ar em que estamos deslizando pode sofrer perda de pressão e provocar o que nós chamamos de fechamentos. O que fazer para que isto não aconteça? Saber reconhecer um dia instável ou locais instáveis. Esta é só uma pequena dica. VOAR é muito mais.

Um comentário:

  1. tive oportunidade de voar duas vezes... uma no diabo e outra no ninho. as duas com o lupa. espero voar muitas outras, desde que sejam com o lupa! o cara sabe muito e passa tranquilidade! um dos voos está aqui: http://www.caminhosdaserra.tv.br/word/assista-agora-voo-de-paraglider-no-ninho-das-aguias/

    abraço e mais sucesso lupa!!!

    pedro

    ResponderExcluir